quarta-feira, dezembro 17, 2008

Querem tirar Jesus do Espiritismo...

É assaz curioso como se propaga uma mentira. Havia um general de Hitler que pregava que uma mentira contada inúmeras vezes transformar-se-ia em verdade e é isso que estamos presenciando no momento. Culpam-se os espíritas que buscam a ortodoxia espírita de tudo, desde querer tirar Jesus do espiritismo ate aquecimento global e falhas na camada de ozônio.

Mas quais são os fatos? Os fatos são que os espíritas ortodoxos clamam e lutam pela busca da coerência doutrinaria, tal qual se encontra grafada na introdução de "O evangelho segundo o Espiritismo". Só. Nada alem disso. Mas qual o drama? O drama é que ao se resgatar isso, não sobra espaço para o culto à personalidade; o movimento espírita teria que abandonar a idolatria que faz a médiuns famosos, teria que deixar de considerar a "infalibilidade mediúnica", teria que começar a (que ousadia) pensar de maneira critica e racional. É ai que a coisa pega, pois há muitos interesses não espíritas em jogo, que vão desde a vaidade pessoal ate interesses meramente financeiros de editoras ou supostos escritores. Eis a verdade sob o véu da alegação de que "querem tirar Jesus do espiritismo".

Se conseguirmos retomar o resgate da coerência doutrinaria, da ortodoxia espírita como declarada na codificação, teremos necessariamente que rever também o sectarismo que se impõem no movimento espírita. Vou dar um exemplo; nesses dias, na comunidade Espiritismo Ortodoxo, iniciaram um tópico sobre o perdão, transcrevendo um trecho da codificação que aponta que o perdão verdadeiro é o perdão cristão. Oras, é necessário entender o que se quer dizer aqui, se somente cristãos são verdadeiramente capazes de perdoar ou se existe um modelo a ser seguido. Perguntei e tive como resposta que ando perseguindo cristãos... oras, mas são essas alegações que estabelecem um juizo de valor sobre quem não é cristão, colocando estas pessoas que respondem por 2/3 ou mais da humanidade em condições de que não são morais, não são éticos, não sabem perdoar, etc., etc.

Pergunto a vocês: Somente cristãos sabem perdoar? Se a pessoa é ateu, judeu, muçulmano, rasta, xintoísta, budista, zoroastrista, etc., etc., etc. não sabe perdoar?

2 comentários:

FatimaFurtado disse...

Muito boa sua colocação, Cesar! Infelizmente é o que temos visto não apenas acontecer, mas aumentar nos "grupos espíritas". A cada dia cometem mais os erros que criticam nas religiões. Está mais do que na hora de retornarmos às obras básicas antes de nos aventurarmos a beber em fontes desconhecidas. Continue firme, pois o espiritismo precisa de pessoas com coragem, discernimento e conhecimento para correta divulgação de seus princípios. Um abraço fraterno.

HELENO SILVESTRE disse...

Ola Amigo, parabéns pelo artigo e isso tudo deve ser levado em consideração, pois essa de só o espírita será salvo é uma coisa que inconsciente nós achamos e devemos acabar com isso. A máxima é FORA DA CARIDADE NAO HA SALVAÇÃO e não FORA DO ESPIRITISMO, CRISTIANISMO, etc. A cultura do Perdão é milenar. Na época de Moises já existia o Yom Kippur, o dia do perdão.

A unica ressalva que faço é quando você diz: ...o movimento espírita teria que abandonar a idolatria que faz a médiuns famosos, teria que deixar de considerar a "infalibilidade mediúnica", teria que começar a (que ousadia) pensar de maneira critica e racional...
Concordo com o que você diz, pois os médiuns no movimento espírita se tornaram deuses gregos, romanos. O que me preocupa são pessoas que levantam bandeiras de acusação sem base muito solidas, mas apenas no achismo.

Estou lendo varias coisas de pessoas falando do Chico Xavier, colocando a prova a sua mediunidade e me preocupa porque foi um espírito que depois que morreu imortalizou sua mediunidade porque exemplificou (o mais importante) e demonstrou seriedade.

Na pergunta 624 do L.E. Kardec pergunta: Qual o caráter do verdadeiro profeta? ao que a espiritualidade responde. "O verdadeiro profeta é um homem de bem, inspirado por Deus. Podeis conhecê-lo por suas palavras e pelos seus atos. DEUS NAO PODE SERVIR-SE DA BOCA DO MENTIROSO PARA ENSINAR A VERDADE" Chico não seria um homem de bem? Inspirado por Deus? Seria um mentiroso? Por tudo que fez e por muitas coisas que não sabemos que ele fez tenho certeza que não.